Arte_pisada

Lesões Repetitivas, dor e desconforto no esporte?

sem e com palmilha

 

Dor em joelhos, quadril e coluna durante a prática esportiva? Lesões repetitivas?

FIT BIOMECÂNICO DO ATLETA.

Análise Biomecânica, Baropodometria, Estabilometria, correção cinesiológica e Palmilhas.

AGENDE SEU EXAME!

acupatletas02_1

Os benefícios da Acupuntura no Esporte

acupatletas02_1

O grande interesse pela prática de esportes nunca foi tão alta. O aumento da participação em  esportes organizados com finalidade recreativa e a busca por um corpo perfeito, vem sendo cada vez maior  para todas as idades e em ambos os sexos. Em contrapartida o aumento da incidência de lesões acompanhou o aumento da prática esportiva. A maioria é composta de pequenas distensões, luxações e machucados, dores localizadas e entorses.  Alguns sintomas  são devidos ao excesso da prática outros por falta de orientação de um profissional da área.

O uso da Acupuntura no tratamento de lesões esportivas não é novo, porém somente agora tem sido descoberta sua efetividade clínica e seu potencial, devido aos bons resultados na reabilitação de atletas.

Um estudo realizado em 2002 na Faculdade de Medicina Chinesa de Seul, e publicado pela Neuroscience Letters, investigou o efeito da Acupuntura na resistência em ratos corredores em esteira. Concluiu-se que o tempo para levar a exaustão aumentou significantemente depois da aplicação da acupuntura.

A seguinte pergunta fica:  Será que isso não seria bom para atletas maratonistas, ciclistas, lutadores e demais esportistas que gostariam de aumentar seu desempenho?atleta

Investimos em equipamentos para nossas bikes, tênis modernos para corridas, suplementação, roupas, treinamos e treinamos cada vez mais e ás vezes nosso desempenho não melhora. Será que não devemos investir mais na nossa saúde com a Acupuntura e tratamentos Fisioterapêuticos?

Através  da Acupuntura  podemos nos beneficiar de “ajustes” necessários, físicos, neurológicos, fisiológicos  e emocionais  para o aumento do nosso desempenho durante as atividades esportivas.

Alguns benefícios da Acupuntura para o Atleta :

  Diminui a inflamação
  Reduz o inchaço
  Relaxa os músculos e alivia os espasmos
  Diminui hematomas
 Diminui a resposta à dor
  Melhora a circulação sanguínea local,  aumenta o fornecimento de nutrientes e remove os  lixo matabólico facilitando a cicatrização
.

pisandocerto

Bom treino!

Dr.Christofer Rocha
Fisioterapeuta Especialista em Acupuntura
Certificado em Barpodometria e Podoposturologia

CREFITO 115.361-F
51. 96637277

51. 3541.3000
Site: http://www.christoferrocha.com.br/

Arte_pisada

Dores de cabeça, ouvido e cervical? cuidado pode ser sua ATM!

Articulação Temporomandibular (ATM)

ATM é a sigla  utilizada para Articulação Temporomandibular. Quando existem disfunções da mesma, utilizamos a sigla DTM Distúrbio Temporomandibular.

Os sintomas mais comuns na   DTM  estão relacionados a dores de cabeça, dores cervicais,   tonturas parecidas com labirintite, zumbidos no ouvido, estalidos e crepitação  durante a mastigação ou  ao  bocejar, até mesmo o travamento da mandíbula. Devido  a diversa sintomatologia o paciente normalmente passa por diversos profissionais como:  otorrino, neurologista, ortopedista, entre outros.

 

Existem vários fatores que podem acarretar em uma DTM, tais como um trauma direto, falta de dentição, bruxismo dentre outros. 

Fisioterapia Especializada em ATM/DTM  hoje, tem um papel importante na reabilitação nestas disfunções, o diagnóstico e feito através de testes funcionais junto a exame  de imagens e complementares quando necessários.

O Tratamento algumas muitas vezes se torna multidisciplinar sendo necessário a participação de um Cirurgião Dentista ou Ortodontista e Bucomaxilofacial.

Ao procurar um profissional  certifique-se que o mesmo está capacitado nesta área.

Christofer Rocha Fisioterapeuta Especialista em Acupuntura
Crefito 115.361- F
Telefone: (51) 9663.7277
Email: contato@christoferrocha.com.br
Site: http://www.christoferrocha.com.br
Rua: Arnaldo da Costa Bard, 2940 – Sala 402 – Taquara

Arte_pisada

Acupuntura protege o fígado do efeito de medicamentos

A acupuntura é uma boa alternativa para controlar os danos ao fígado causados pelo uso contínuo de alguns medicamentos. A constatação é do médico veterinário e acupunturista Alexandro dos Santos Rodrigues em sua tese de doutorado pela Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ) da USP. O trabalho investigou a influência da técnica milenar chinesa no controle de lesões hepáticas em ratos.

 

Animais recebendo aplicações de eletroacupuntura: cada ponto de aplicação é bilateral

 

“O fígado é responsável pelo processo de metabolização de medicações. Algumas pessoas tomam medicamentos continuamente e isso causa danos ao funcionamento do órgão. Este trabalho comprovou que a acupuntura pode ser usada para reduzir os prejuízos causados pelo uso contínuo de medicamentos agressivos para o fígado”, aponta.

Os animais que passaram por sessões de eletroacupuntura no ponto E36 (localizado na perna, próximo ao joelho) ou no BP6 (próximo ao calcanhar) apresentaram diminuição de lesões hepáticas. Na comparação entre esses dois grupos, a progressões das lesões foi menor nos ratos que receberam estímulo no ponto E36. “Na eletroacupuntura, as agulhas são conectadas a fios. Esses fios são ligados a uma máquina que envia um estímulo padronizado e contínuo para as agulhas”, explica o pesquisador.

O veterinário induziu as lesões hepáticas por meio da tioacetamida, substância já usada no passado como agrotóxico em lavouras. Atualmente ela é utilizada nas indústrias de couro, têxtil e de papel. No meio acadêmico, esta droga é usada por pesquisadores em modelos científicos de indução de lesões no fígado.

O experimento
O veterinário explica que existem vários graus de lesões no fígado: inicialmente, após repetidas agressões hepáticas, ocorre uma fibrose que, se não tratada, evolui até chegar à cirrose. Esta pode originar neoplasias hepáticas (câncer). “Sabemos que o fígado tem grande capacidade de recuperação, mas somente até um certo grau das lesões hepáticas”, explica.

Rodrigues trabalhou com 70 ratos wistar. Antes de iniciar o experimento, o médico colheu amostras de sangue onde avaliou oito marcadores sanguíneos ligados a lesões hepáticas. A dose de tioacetamina aplicada variou de acordo com o peso de cada animal.

 

Caixa de indução anestésica: pesquisador adaptou objetos para anestesiar vários animais ao mesmo tempo

 

Para poder aplicar as sessões de eletroacupuntura, o veterinário optou por usar o anestésico isofluorano, por via inalatória.“A maioria dos anestésicos comuns interfere de forma significativa na função hepática, e isso poderia prejudicar os resultados”, conta. A dose usada foi a necessária para manter os animais em semiconsciência. “Quando a agulha da acupuntura é inserida na pele, ela causa um estímulo que percorre via nervosas do corpo chegando até a medula óssea. Através da medula, a informação chega no cérebro, onde neurotransmissores se encarregam de emitir respostas que são transmitidas e agem em um determinado local do corpo. Se os animais ficassem totalmente sedados esse fato também poderia interferir nos resultados”, completa.

Os animais foram divididos em 7 grupos: sadios (que não passaram por nenhum tipo de intervenção); controle para tioacetamida (aplicação apenas desta droga); controle para isofluorano (aplicação apenas deste anestésico); um grupo com aplicação de eletroacupuntura no pontos E36 (localizado na perna, próximo ao joelho) e outro no BP6 (próximo ao calcanhar). Os dois grupos restantes, E36s e BP6s, receberam aplicações em pontos “falsos”, ou seja, em lugares próximos aos pontos verdadeiros (E36 e BP6), mas que não resultariam em nenhum efeito ligado a proteção hepática.

Após a pesagem e a aplicação da tioacetamida, os animais eram sedados e, em seguida, recebiam as aplicações de eletroacupuntura durante 20 minutos. Na quarta semana do experimento, o pesquisador aumentou todas as doses de tioacetamida em 10%. Ao final das sete semanas, o médico colheu novas amostras sanguíneas para avaliar os oito marcadores.

Resultados
Todos os animais que receberam doses de tioacetamida apresentaram lesões no fígado. Mas nos grupos sem uso de eletroacupuntura, as lesões hepáticas eram muito maiores. “Percebemos que no grupo controle para tioacetamida ocorreram danos consideráveis no fígado. Também encontramos muitas alterações ligadas aos oito marcadores de lesões hepáticas”, conta o pesquisador. “Já no grupo controle para isofluorano, também constatamos que o fígado apresentava lesões, apesar de este anestésico ser considerado seguro contra ocorrência de danos hepaticos”, aponta.

 

As lesões hepáticas eram muito maiores nos animais que não passaram por eletroacupuntura

 

Rodrigues lembra que a hepatite C atinge de 2,5 a 4,9% da população brasileira. Já a cirrose hepática está entre as 10 maiores causas de morte no mundo ocidental. Não existe tratamento para estes casos, sendo que a única opção é fazer um transplante de fígado. “Pense em alguém que precise tomar, diariamente, um medicamento que cause uma reação muito forte no fígado. O órgão seria afetado mesmo se estivesse em condições normais. Agora imagine se esta pessoa já estiver com o fígado comprometido devido à hepatite C ou à cirrose”, questiona o pesquisador. “A acupuntura poderia ser usada como uma maneira de barrar grande parte dos danos ao fígado provocados pelo medicamento.”

A pesquisa de Rodrigues A influência dos pontos de acupuntura Zusanli (E36) e Sanyinjiao (BP6) no desenvolvimento de lesões hepáticas induzidas por Tioacetamida, em ratos Wistar, foi apresentada no último mês de dezembro. O professor Francisco Javier Hernandez Blazquez, da FMVZ, foi o orientador do trabalho. A professora Ângela M.F. Tabosa, do Setor de Medicina Chinesa e Acupuntura do Departamento de Ortopedia e Traumatologia da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), foi co-orientadora do estudo.

Fonte: http://www.usp.br/agen/?p=30698 

Arte_pisada

Tendinite do Antebraço – LER

http://institutogolden.files.wordpress.com/2010/08/tendinite-7657375b15d.jpg

Tendinite é uma inflamação do tendão, um tecido que liga o músculo ao osso, que gera sintomas como dor localizada e falta de força muscular. Seu tratamento é feito com a toma de anti-inflamatórios, analgésicos e fisioterapia para que se possa alcançar a cura da doença.

Os profissionais mais afetados pela tendinite são aqueles que realizam movimentos repetitivos para desempenhar a sua função. Os profissionais mais afetados geralmente são: telefonista, operário de máquinas, pianistas, guitarristas, bateristas, bailarinos, atletas como tenistas, jogadores de futebol, voleibol e handebol, digitadores e estivadores.

Os digitadores, que passam horas e horas fazendo uma mesma atividade que é a permanência na mesma posição acabam sofrendo a tendinite no punho.

Os sintomas da tendinite no punho são:

  • Dor localizada no punho
  • Dor no punho que piora ao realizar movimentos com as mãos
  • Pode haver fraqueza nas mãos, como a dificuldade em segurar um copo

Uma das grandes perguntas que paciente me faz é porque, antes, mesmo havendo digitadores, para máquinas antigas, não havia tanta gente acometida com essa patologia. A conclusão que eu cheguei foi que as atividades extras do uso da máquina faziam a região do punho descansar.  Como era preciso retomar o carro ao fim de cada linha, trocar de folha, alinhar o papel e, às vezes, parar para corrigir algum erro com tinta branca, as mãos faziam uma série de movimentos alternados sem sobrecarregar apenas uma única região.

Nos computadores nada disso é necessário, as mãos permanecem sempre na mesma posição aumentando a pressão nos tendões dos punhos. O esforço repetitivo faz essa pressão se espalhar para os nervos das mãos até que o digitador passa a sentir alfinetadas nas pontas dos dedos, dores nas juntas e formigamento nos braços.

O tratamento para a tendinite no punho é feito através de analgésicos, anti-inflamatórios e fisioterapia.

O tratamento fisioterapêutico para a tendinite no punho pode ser feito com a utilização de aparelhos de eletroterapia, acupuntura é um ótimo recurso  para essa lesão. Exercícios que venham a aumentar a mobilidade e a força dos músculos enfraquecidos também são necessários.

Fonte: http://networkedblogs.com/U00Ao

Arte_pisada

Acupuntura funciona mesmo

Estudos mapeiam seus efeitos no cérebro e revelam seu poder contra as dores e os transtornos emocionais

  • Se ainda havia algum ocidental desconfiado que, a exemplo de São Tomé, precisava ver para crer o resultado de uma porção de agulhas finíssimas sobre o corpo, ele provavelmente deixará suas suspeitas de lado ao saber o que andam desvendando neurocientistas ao redor do globo. Na Inglaterra, uma equipe da Universidade de York acaba de exibir, por meio de imagens de ressonância magnética, que uma espetada em um ponto da mão reduz a atividade de áreas do cérebro que regem a percepção da dor. Enquanto isso, nos Estados Unidos, um experimento com camundongos da Universidade de Rochester endossa o efeito analgésico da técnica oriental ao provar que ela estimula a liberação de uma molécula, a adenosina, responsável por aliviar o desconforto. São provas, vistas a olho nu ou sob a lente do microscópio, que permitem à ciência deste canto do mundo reconhecer o que os sábios chineses já apregoavam sobre o método que ganha milhões de pacientes no Brasil e no resto do Ocidente.

“A acupuntura trabalha com estímulos em determinadas regiões do corpo que exercem um reflexo sobre outras”, explica a médica acupunturista Angela Tabosa, chefe do Laboratório de Pesquisa Experimental em Acupuntura da Universidade Federal de São Paulo. “Essas respostas são, por sua vez, intermediadas pelo sistema nervoso”, completa. É que as agulhas inseridas disparam impulsos que viajam pela rede nervosa até provocarem reações no cérebro. Esse mecanismo é imediato e, por interferir na massa cinzenta, surte efeitos mais duradouros. “A técnica tem uma ação sobre a musculatura, ajudando-a a relaxar, e incita, na medula, a produção de substâncias que inibem a passagem dos impulsos dolorosos”, conta Dirceu de Lavôr Sales, presidente do Colégio Médico Brasileiro de Acupuntura. “No cérebro, ela induz a liberação de neurotransmissores com função analgésica e outros por trás da sensação de bem-estar.” Dessa forma, alfinetam as dores, espetam, ou melhor, espantam o estresse e ganham papel de protagonista ou ator coadjuvante no desarme de uma lista de problemas.

Para botar no papel todas as indicações da acupuntura, seria preciso preencher um extenso pergaminho da China antiga. As agulhas, é claro, não são uma panaceia, mas surpreendem até os olhos céticos. Em uma experiência com ratos que sofreram lesões na coluna vertebral da Universidade Kyung Hee, na Coreia do Sul, por exemplo, os animais que foram submetidos às espetadas se recuperaram e voltaram a andar mais cedo do que os bichos livres das picadas. A acupuntura coibiu inflamações e impediu, assim, a destruição progressiva de células nervosas da coluna. É esse poder anti-inflamatório, aliás, que garante à terapia lugar de destaque no combate a asma, dores crônicas…

Outra virtude da técnica é equilibrar as emoções, debelar a ansiedade e o desânimo e reforçar o adeus aos vícios. “Ao modular a ação da dopamina, um neurotransmissor ligado ao prazer, o método ajuda a suprir a necessidade da droga”, explica Angela Tabosa. Nesse sentido, até a obesidade entra na dança. “As agulhas auxiliam a reduzir a compulsão por comida”, afirma a pediatra e acupunturista Márcia Yamamura, coordenadora do Centro de Estudo e Pesquisa da Medicina Chinesa, em São Paulo.

As picadas prestam serviço a todas as idades e se revelam generosas às gestantes. Um trabalho da Universidade Stanford, nos Estados Unidos, aponta que elas aliviam a depressão durante a gravidez. “É uma forma de estimular o organismo a fabricar neurotransmissores como a serotonina, em baixa no distúrbio”, explica Dirceu Sales. “Na gestação, a acupuntura também minimiza as náuseas, a azia, a insônia e as dores nas costas”, enumera o médico acupunturista João Bosco Guerreiro da Silva, da Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto, no interior paulista.

Mesmo quem não guarda no ventre uma criança ou está são e salvo de doenças pode tirar proveito das agulhas. “O ideal é que elas fossem usadas de modo preventivo, afastando um problema antes de ele se manifestar”, opina Angela. Como abafam o estresse, também derrubam o risco de ficar de cama. A garantia de tanto benefício depende, vale frisar, de um terapeuta qualificado. “É um tratamento que deve ser ministrado apenas por médicos e dentistas, que conhecem anatomia e têm capacidade de fazer diagnóstico”, avisa Sales. “A acupuntura só é contraindicada quando o profissional não sabe usá-la ou desconhece recursos terapêuticos melhores para o paciente, permitindo, assim, a postergação de problemas que podem ser fatais”, alerta Ruy Tanigawa, presidente da Associação Médica Brasileira de Acupuntura. Do contrário, está liberada para entrar em cena, isto é, na sua pele.


Aplicações com o aval da medicina ocidental

• alergia
• asma
• dor de cabeça
• dor nas costas
• doenças das articulações
• hipertensão
• fibromialgia
• dores musculares
• gastrite e refluxo
• síndrome do intestino irritável
• constipação
• tensão pré-menstrual e menopausa
• depressão e ansiedade
• gravidez
• sequelas de derrame
• doenças da pele
• obesidade
• endometriose
• insônia
• distúrbios hormonais
• efeitos colaterais da quimioterapia


Para todos os gostos
Conheça as principais variações do método. Os pontos utilizados são os mesmos, mas nem sempre há necessidade de agulhas

Eletroacupuntura
As agulhas são conectadas a um aparelho que emite correntes elétricas. A ideia é que os estímulos mais intensos possam acelerar a resposta à terapia. A técnica é recomendada no tratamento de dores agudas.

Raio laser
O aparelho é direcionado aos pontos onde seriam inseridas as agulhas. Os terapeutas costumam recorrer a esse método em crianças e no caso de pessoas que têm pavor das espetadas.

Moxabustão
O estímulo é feito por meio do calor, obtido com a queima de uma planta, a artemísia. Pequenos bastões acesos são aproximados das regiões que tradicionalmente receberiam as picadas.

Por sistemas
São as versões que priorizam partes do corpo para conseguir respostas sobre todo o organismo. Entre as mais famosas, estão a auriculopuntura, que usa pontos na orelha, e a craniopuntura, que se vale do couro cabeludo.


Uma técnica, vários usos

No dentista
A acupuntura pode ser requisitada antes ou depois do tratamento dentário, diminuindo o nervosismo ou possíveis dores mais tarde. É coadjuvante no controle de problemas de oclusão.

No esporte
As agulhas são convocadas para minorar dores musculares, ajudar na recuperação das lesões e aperfeiçoar o desempenho do atleta.

Na anestesia
Como tem um efeito sobre a medula, a acupuntura corta, temporariamente, a transmissão dos estímulos dolorosos. Por enquanto, é mais empregada em procedimentos de pequeno porte.

 

Fonte: http://saude.abril.com.br/

Arte_pisada

Chá Gengibre na redução das dores musculares

Dores musculares e fadiga após exercícios? Chá de Gengibre ajuda!

ancfp5ahjzht23i8cczmy7m28

Pesquisadores da Universidade da Geórgia e Georgia College e Universidade Estadual seguido 74 estudantes voluntários que realizaram 18 exercícios atribuídos por dia durante 11 dias consecutivos, enquanto estiver a tomar suplementos de gengibre. Os alunos foram divididos em três grupos, cada um dos quais foi dado ou gengibre cru, gengibre aquecido ou um placebo.

Embora os autores esperavam que o gengibre aquecida seria mais eficaz do que a matéria, os resultados mostraram que as duas versões da mesma forma benéfica na redução do nível da dor muscular por 23% a 25% após a atividade física.

Chá de gengibre gelado

1 raiz de gengibre fresco (pequena)
500ml de água
Suco de 2 limões (opcional)
Descasque o gengibre fresco e misture com a água em uma panela grande. Deixe ferver e cozinhe por 5 minutos. Tampe e desligue o fogo.Deixe em infusão por 24 horas.

Tomar 2 Copos por dia. Evitar após 18h.

Curta a página no Facebook  https://www.facebook.com/christoferrocha.com.br

 

Dr.Christofer Rocha

Fisioterapeuta Especialista em Acupuntura
CREFITO 115.361-F
Site: http://www.christoferrocha.com.br/