Arte_pisada

Inimigo oculto: o uso do celular causa alterações posturais e dores

Sabe aquela dor no pescoço ao final do dia? Pois bem, tensão nos ombros, dores de cabeça, aumento da curva torácica (postura corcunda), a nossa postura do dia a dia influencia diretamente agravando esses fatores.

Na era da internet móvel é difícil não percebemos pessoas em nossa volta utilizando um celular. Quantas vezes por dia executamos esse mesmo movimento? e por quanto tempo?

Segue a dica na imagem abaixo da posição ideal para que se minimize os efeitos de estres sob a coluna cervical e torácica durante o seu uso.

‪#‎posturologia‬ ‪#‎palmilhasposturais‬ ‪#‎análisebiomecânica‬ ‪#‎alíviodasdores‬‪#‎qualidadedevida‬

cervical celular -peso - final

Arte_pisada

Baropodometria – Teste da pisada – Palmilhas

Arte_pisada

Sesamoidite – Dor na ponta dos pés

sesamoideite

 

Se o seu  ortopedista  deu-lhe um diagnóstico de inflamação do sesamóide  (sesamoidite) e não tinha tempo para discutir os detalhes, você veio ao lugar certo. Vamos explicar todos os detalhes:

Sesamoidite é uma inflamação dos ossos sesamóides do corpo.  No caso do seu pé os sesamóides  são os que vão lhe causar a maior dor de cabeça.

 O QUE SÃO:

É engraçado que todos os ossos do corpo são chamados de nomes específicos – exceto para os ossos sesamóides. Estes são muito pequenos, normalmente do tamanho de um feijão, localizado nas mãos, pés e pernas. Estes são os únicos ossos do corpo que não está ligado a qualquer outro osso. Em vez disso, eles são encontrados dentro de um músculo ou tendão. Estranho, não é?  Muitas pessoas se perguntam, como eles chegaram lá?

Bem, ninguém sabe como os ossos sesamóides aparecer em músculos como o gastrocnêmio (músculo da panturrilha) ou o músculo fibular longo nos pés, mas eles estão lá em cerca de 22% e 28%, respectivamente, dos cadáveres que foram examinados. E quando se trata dos pés, a maioria das pessoas têm dois ossos sesamóides localizadas logo abaixo do dedão do pé ( primeiro metatarso) e outro osso sesamóide debaixo de cada um dos outros quatro dedos do pé.  O maior osso sesamóide no corpo é o osso da patela, que paira sobre o tendão do quadríceps.

A FINALIDADE  DOS  SESAMÓIDES:

A questão é que eles estão lá para um propósito. Onde quer que haja tendões que estão sujeitas a grandes forças de compressão, você vai encontrar um osso sesamóide. O  pé, por exemplo. Quando você saltar, você aumenta a força de compressão no pé.  Esse “  feijões” ossos sesamóides  absorvem parte das forças de compressão.

Agora, se você  executa pulos, ou corridas  na sua rotina de exercícios,  provavelmente está sujeito a esta inflamação. Os ossos sesamóides pode facilmente  inflamar e você acabar com sesamoidite. Cada osso sesamóide no pé carrega um sexto do peso do antepé. Ossos sesamóides também permitem tendões deslizar facilmente durante o movimento.

Os ossos sesamóides mais comuns para desenvolver sesamoidite são os dois ligados ao dedão do pé através do músculo flexor longo do hálux, o que lhe permite dobrar o seu dedão do pé. A inflamação pode se estender para a articulação entre o dedão eo primeiro osso longo (metatarso) do pé.

O QUE CAUSA INFLAMAÇÃO 

Você pode desenvolver sesamoidite por uma lesão direta a esses pequenos ossos. Por exemplo, se você estiver fazendo  caminhadas em terrenos irregulares,  rígidos  por exemplo pedras e trilhas que possam  perfurar  ou causar trauma direto no osso sesamóide. Corrida de ponta de pé, corrida com tênis inadequado porém  mais frequentemente, sesamoidite é devido ao uso excessivo.

 Sesamoidite  causas:

  • corrida
  • saltar sobre as pontas dos pés (isso é exatamente onde os sesamóides estão localizados)
  • o uso de sapatos de salto alto que colocam o peso sobre a ponta do pé
  • o uso de sapatos de sola fina
  • atividades que exijam  muito tempo  agachado
  • Existem algumas outras condições que podem predispor a desenvolver sesamoidite:

 

  1. Arco do pé alto

Quando alguém tem arcos elevados, o peso do corpo é suportado pela sola do pé com mais frequência do que em alguém sem um grande arco. Isso significa que esses sesamóides estão sobrecarregados.

  1. Arco pronado

Se os seus pés  desabam para dentro , você acaba andando mais com parte medial do seu pé, causando sesamoidite.

 

  1. O alargamento dos sesamóides

No caso dos sesamóides no pé,  maior a altura da pessoa, mais o peso do corpo é colocado sobre eles,   fazendo com que inflamem os sesamóides  com mais facilidade .

 

TRATAMENTO

A PODOPOSTUROLOGIA, área específica dos Fisioterapeutas no Brasil,   para realizar a avaliação biomecânica,  e baropodométrica, para confecação de palmilhas  personalizadas para o caso, aliviando as  pressões isoladas distribuindo de forma homogênea a carga que estava sobre a estrutura óssea sesamóide.

 

Agende sua consulta 

Fones: 51. 9663.7277 ou  51. 3541.3000
Arnaldo da Costa Bard, 2940 – Sl. 402 | Taquara-RS

Dr. Christofer Rocha  – Fisioterapeuta Certificado em Baropodometria e Podoposturologia  | Especialista em Acupunta

Arte_pisada

Teste da PISADA (Baropodometria) você já fez?

Teste da PISADA (Baropodometria) você já fez?Pisada corredor AgnulosEsse exame diagnostica corretamente sua pisada, tipologia do seu pé e análise da marcha, direcionando modelo de tênis adequado ou necessidade de confecção de palmilha.
Aumentando seu desempenho e princialmente evitando dores e LESÕES.

Saiba mais em: http://www.christoferrocha.com.br/

AGENDE SEU EXAME
51.9663-7277

ARNALDO DA COSTA BARD 2940 SL.402 TAQUARA-RS

Dr.Christofer Rocha
isioterapeuta Especialista em Acupuntura
Certificado em Podoposturologia e Baropodometria
CREFITO 115.361-F

 

Arte_pisada

Palmilhas Posturais – Dor nos pés, joelhos e coluna?

Os pés são a base da sua estrutura, sustentam o peso do seu corpo e também contra a ação da gravidade. Dores indesejadas podem ser provenientes de alterações biomecânicas e posturais.  

Agende sua avaliação Podoposturologica e o exame de baropodometria (teste da pisada). 

10645301_615807761873815_7036572442759469811_n10603429_615807771873814_4868676902976378093_n

Arte_pisada

TESTE DE PISADA? Você Já fez?

Teste de pisada2

Você sabia que seu TIPO DE PISADA durante a caminhada ou corrida pode ser DIFERENTE de quando você esta parado em PÉ?

Tenho avaliado com muita freqüência atletas e pacientes que compram tênis simplesmente pelo formato do seu pé ou muitas vezes por sugestão do próprio vender que visualiza o formato do arco, elevado ou arco desabado fazendo uma associação a pisada SUPINADA ou PRONADA.

A maneira correta e segura de avaliar a tipologia do seu pé durante a marcha, seu tipo de pisada é o EXAME BAROPODOMÉTRICO DINÂMICO.

Para que você não invista em um tênis errado realize o teste de pisada. Seu corpo agradece.

AGENDE SEU EXAME

51.9663-7277

ARNALDO DA COSTA BARD 2940 SL.402 TAQUARA-RS

Dr.Christofer Rocha

Fisioterapeuta Especialista em Acupuntura

Certificado em Podoposturologia e Baropodometria
CREFITO 115.361-F

 

Arte_pisada

Palmilhas Posturais | Baropodometria | Teste de Pisada

Podo-osseo

Arte_pisada

Palmilha Neurossensorial | Postural | Esportiva

A Palmilha Neurossensorial (esportiva, postural )  não tem simplesmente o intuito de realizar  levantes ou correções dos  arcos plantares como,  pronação ou supinação.  Esta palmilha é fundamentada na avaliação podoposturologica que envolve uma série de testes neurológicos, sensoriais e posturais, visando o reequilíbrio estrutural, muscular e gravitacional  do paciente.  Através de peças podais que estimulam sensorialmente o cerebelo a postura correta e melhora do equilíbrio. BaroRun   Se associada ao exame baropodométrico, fornece uma série de informações para construção da palmilha. Informações como zonas de pressões plantares, rotações do quadril, joelho tornozelo e pés. O exame também permite certificar durante a construção da palmilha a utilização correta das peças podais: pressão, altura e angulações. Untitled

 ( ver link: O que é Baropodometria)

Se associada ao exame estabilométrico, fornece  informações  da  carga de projeção do paciente, centro de equilíbrio,  latero-lateral  e antero-posterior e cadeias cruzadas (centro gravitacional).  Verificando se as mesmas  se  encontram nos parâmetros de normalidade ou não, para realização da correção adequada destes indicadores. pagina 01

Indicações de tratamento:

– pés planos (chato) e cavos, calcâneo varo e valgo; – esporão de calcâneo e fascite plantar; – tendinites, metatarsalgias, neuroma de morton, hálux valgo  (joanete); – alterações posturais, dores na coluna vertebral (lombar, torácica e cervical); – alterações degenerativas (artroses) nos membros inferiores (tornozelo, joelho, quadril), e coluna vertebral; – periostite/fraturas de estresse (canelite), diferença de comprimento de membros (perna curta). – Alinhamento postural – Condromalácia patelar – Dores posturais musculares

Agende sua consulta

Dr. Christofer Rocha Fisioterapeuta Especialista em Acupuntura Certificado em Podoposturologia e Baropodometria CREFITO 115.361-F