mulher-dor-P-

Por que as dores aumentam no frio ?

Entenda alguns fatores e podem aumentar as dores em dias frios

Enrijecimento muscular

O fato de encolher o corpo no frio é uma reação involuntária do nosso organismo. É um movimento de contração normal que tenta regularizar a temperatura por meio da busca de acúmulo de calor. No entanto, isso enrijece a musculatura por períodos longos, deixando os músculos e nervos mais propensos ao desenvolvimento de processos inflamatórios.

Redução do fluxo sanguíneo nas extremidades

Tal condição é chamada de vasoconstrição e é consequência da redução da temperatura interna corporal, que acompanha a temperatura do ambiente. Essa diminuição causa a contração dos vasos sanguíneos, reduzindo a irrigação sanguínea nos tecidos musculares.

Esta adaptação do corpo às mudanças climáticas diminui também a flexibilidade dos músculos, favorecendo o surgimento de lesões musculares.

Mudança nas articulações

As baixas temperaturas associadas a redução de atividade física promovem um engrossamento do líquido sinovial, que é um fluido viscoso e transparente que ocupa as cavidades e promove o deslizamento das superfícies, garantindo a movimentação do corpo de forma indolor.

Como prevenir?

Realize Exercícios físicos

Praticar atividades físicas ajuda a otimizar a irrigação sanguínea e aumenta a propriocepção (controle muscular) e a flexibilidade. Pode ser uma caminhada ou outro exercício de baixo impacto, o importante é se exercitar.

Faça Alongamentos

Alongue-se o alongamento é importante pois evita a rigidez muscular e ajuda na lubrificação das articulações.

Agasalhe-se

Manter o corpo aquecido é essencial, principalmente nas extremidades: pés, mãos, punhos, pescoço e cabeça. Isso colabora para que o corpo não sofra com as alterações climáticas.

Busque auxílio

A Fisioterapia, Ostepatia, Acupuntura e Posturologia pode te ajudar muito na melhora das dores em dias frios.

mulher-dor-P-

Congresso Internacional de Posturologia na Espanha

Em Janeiro de 2018 Dr. Christofer Rocha Participou do Congresso Internacional de Posturologia  atualizando-se com as referências mundiais nesta área.

mulher-dor-P-

Formação em Posturologia Integrada Montevidéu

Nos dias 20,21,22 de Outubro ocorreu a primeira edição da Formação em Posturologia Integrada e Confecção de Palmilhas em Montevidéu. Curso ministrado pelos docentes Dr. Christofer Rocha(Brasil) e Dra. Paula Sigetti (Argentina)

 

 

Saiba mais em: www.posturologiantegrada.com

mulher-dor-P-

Saiba a diferença entre TIPO DE PÉ e TIPO DE PISADA

Existe uma grande diferença TIPO DE PÉ, e TIPO DE PISADA!

O TIPO DE PÉ pode ser definido de forma “visual” ou seja: por sua morfologia anatômica.

Um exemplo muito comum, porém errôneo é fazer associação de tipo de pé, principalmente do forma estática com o tipo de pisada, como neste quadro abaixo:

O pé por possuir diversas articulações tem como função se adaptar-se e equilibrar o sistema ascendente mudando seu
comportamento quando preciso.

O TIPO DE PISADA é analisado através do exame Baropodométrico (exame padrão ouro) durante a caminhada na plataforma analisando o deslocamento do centro de gravidade (CG) e  o comportamento do pé nas fases da marcha identificando o Centro de pressão (CoP) da pisada. Ai então temos o TIPO DE PISADA correta.

Por tanto, Pé cavo não significa PISADA SUPINADA, assim como um pé desabado não é sinônimo de PISADA PRONADA!

Dr. Christofer Rocha
Fisioterapeuta Especialista em Acupuntura
Certificado em Posturologia – França
Certificado em PodoPosturologia
Certificado em Baropodometria
Dicente em Osteopatia – FBEO Madrid

mulher-dor-P-

Termografia comparativa no Tratamento de Artrose de Joelho

Termografia comparativa, após 20 dias de tratamento com Posturologia Integrada e uso de Palmilhas. (Imagem esquerda primeira consulta e inferior após 20 dias.
Repare na redução da área branca)
✔️Paciente com diagnóstico por RNM de artrose femorotibial e patelofemoral em joelho Direito com degeneração meniscal.
Em apenas 20 dias de tratamento houve redução do edema, proceso inflamatório, melhora da amplitude de movimento e na execução da marcha.

✔️Já em questionário qualitativo paciente relata melhora de 80‰ do seu quadro de dor.

mulher-dor-P-

Posturologia Integrada

O que é Posturologia?

A Posturologia é uma ciência a qual entende que todo nosso corpo é um sistema integrado.O bom funcionamento deste sistema depende de captores responsáveis pela regulação postural (portas de entrada) que devem estar bem regulados para manter estruturas como: articulações, curvas fisiológicas da coluna vertebral, tendões e músculos do nosso corpo em harmonia.  Esta é uma técnica da origem francesa que visa investigar os desequilíbrios destes captores e sua influência no nosso corpo.

Ela é recomendada para qualquer pessoa, de qualquer idade? E, em especial, para quais casos a Posturologia é mais indicada?

A Posturologia é aplicada praticamente em qualquer faixa etária, desde crianças a partir de 2 anos de idade até idosos, sem limite de idade. Disfunções como:  tensões musculares, artroses, problemas de coluna, dores de cabeça e tonturas, dores plantares (na sola dos pés), esporão de calcâneo, fascites, joanete (hálux valgo), hérnias de disco,  e demais disfunções posturais  são  identificadas e tratadas na Posturologia.

Que tipo de benefícios ela proporciona? (problemas de postura podem causar diversos problemas de saúde, correto? Sim, algumas doenças já foram citadas acima.Como é realizado o tratamento?

O tratamento Posturológico engloba um série de análises tais como:  postura do paciente e do seu eixo gravitacional,  procurando desarmonias entre as articulações do pés, tornozelos, joelhos, quadril, coluna vertebral e até mesmo posição mandibular. Realizado esta primeira etapa das medições, é necessário verificar qual captor postural se encontra em desequilíbrio com testes clínicos. O próximo passo é verificar como está distribuída as cargas do corpo desse paciente sob os pés no exame baropodométrico, e como o seu corpo está oscilando e recrutando sua musculatura para manter a postura no exame estabilométrico. Feito isso então é hora de realizar o tratamento, utilizando exercícios específicos para de correção e também a confecção personalizada de uma palmilha.

 

O uso de palmilhas especiais ocorre por um período determinado ou indeterminado?

A Palmilha Postural ou Proprioceptiva como é chamada, possui objetivo de tratar a causa da lesão, trazendo alívio das dores pois visa o paciente de forma integrada (posicionamento ósseo, tensões em musculaturas e sobrecarga articular).  O paciente em tratamento efetua consultas periódicas a cada 3 meses com a finalidade de realizar ajustes necessários para induzir o corpo a uma nova adaptação posicionando as articulações e relaxando as cadeias musculares sobrecarregadas e ativando outras que deveriam estar em uso. Normalmente o tratamento ocorre por um período de 1 ano aproximadamente.

É preciso utilizar algum sapato especial? Pode ser usada com chinelo/sandália (pensando agora no período de verão).  Normalmente não há necessidade de um sapato ou tênis especial.  As palmilhas confeccionadas são finas possuindo informações corretivas de poucos milímetros e devem ser substituídas pela palmilha original do calçado.  Salvo casos de discrepância onde é preciso realizar ajustes mais volumosos requer um tênis maior.  Já nos casos de chinelos é possível fazer uma adaptação sim, porém é recomendado que o paciente utilize em calçado fechado visando um benefício maior. É necessário que o paciente entenda que está realizando um tratamento.

Para quem realiza esporte a Posturologia pode ajudar ?

Sim, o ajuste biomecânico e dos captores realizados durante a análise são de grande valia para o atleta, identificando fatores que causam lesões, dores, desconforto na atividade física e também prevenindo lesões. Além disso é possível  identificar  seu tipo de pisada orientando a utilização do tênis correto para o seu esporte.

Existe outros tipos de palmilhas? Por exemplo para quem pratica esporte?

Sim, existem palmilhas especiais para prática esportiva. Estas palmilhas possuem sistema de amortecimento e propulsão em regiões específicas do pé, e também auxiliam na correção do tipo da pisada do atleta, melhorando a distribuição da carga e reação do solo na planta dos pés, também do controle postural e estabilidade durante a prática esportiva.

Fisioterapeuta Prof. Esp. Christofer Rocha  
Universidad Francisco de Vitoria – Madrid 2017
Discente em Osteopatia – FBEO Madri, 2016
Formação em Posturologia C.I.E.S, França 2015
Certificado em PodoPosturologia – 2013
Especialista em Acupuntura CBES 2011

mulher-dor-P-

O que a visão tem a ver com minha postura, problemas de coluna e dores nos pés?

visão posturaPensamos no nosso corpo como uma “máquina” perfeita e para que esta máquina funcione corretamente temos alguns captores/sensores (olho, boca, pele, sistema visceral e nossa base de sustentação, os pés) que realizam manutenção das cadeias musculares responsáveis por nossa postura e equilíbrio corporal. Imagine que o olho trabalha como uma câmera a qual tem a função de informar ao cérebro a posição dos obstáculos de um trajeto que pelo qual iremos passar. Por exemplo o olho é quem calcula a altura de um degrau ou desnível enviando a informação precisa de altura, profundidade e distância para o córtex que calibra e envia uma resposta motora e corporal para executarmos com a força necessária em determinados grupos musculares para não tropeçarmos ou nos desequilibrarmos.
O olho depende da integridade e acionamento de 6 músculos para obtermos um campo de visão completo e sem compensações. Para realizarmos um movimento simples como o de olhar para o lado para atravessar a rua; se algum destes músculos oculares possuir alteração ou tensões diferentes (heteroforias) necessitamos fazer uso de musculatura acessória de cabeça e pescoço e tronco para buscamos o ponto de visão desejado.

Wedge Pattern
Imaginando o corpo em movimento durante uma caminhada, podemos fazer uma analogia: poderíamos pensar em um carro que está com a rodas desbalanceadas aonde o motorista necessita realizar uma compensação com o volante torcido para que o veículo não saia da estrada, certamente trazendo prejuízos para mecânica e desgastes dos pneus.
Nosso corpo funciona exatamente assim, precisamos estar com todos captores ajustados para que o corpo trabalhe de forma equilibrada, evitando o gasto energético excessivo, assim como hiperatividade muscular compensatória.
Por fim os pés que são outro captor de ajuste postural, necessitam realizar compensações de forma constante dos outros captores desajustados sofrendo aumento de pressão em pontos específicos para que o nosso corpo se mantenha equilibrado tanto parado quando em dinâmica.
A Posturologia vê o corpo humano de forma Integrada, identificando a causa das lesões correlacionando as disfunções a cada captor de origem, contando com técnicas de Fisioterapia Manual, Osteopatia e Confecções de Palmilhas para reabilitação do paciente.

Christofer Rocha Fisioterapeuta Crefito: 115.361-F
• Especialista em Acupuntura | Discente em Osteopatia | Certificado em Podoposturologia | Certificado em Posturologia | Professor do Curso de Posturologia Integrada

Logo PodoStore  preto P

SEU TIPO DE PISADA, O PÉ É MESMO O CULPADO???

Nos últimos tempos tenho observado a grande preocupação dos pacientes em descobrir qual é o seu tipo de pisada. Seria Pronada? Neutra? Supinada? Mista? Logo querem realizar o tal “Teste da Pisada” (Exame Baropodométrico) para comprar o tênis que mais se à “adequa” a seu tipo de pisada, porém esquecendo que existe todo um sistema biomecânico ascendente.

A questão é que poucos sabem que ó Pé em 80% dos casos é uma base adaptativa, ou seja, compensa desequilíbrios corporais ou realiza equilíbrio do nosso eixo gravitacional durante a dinâmica ou ortostase. Sendo o pé um dos sistemas compensatórios de ajuste postural,  na grande maioria das vezes é o primeiro a sofrer adaptação morfológica para compensar disfunções ascendentes.

A indecência de relatos dos pacientes referindo-se a algum tipo de dor plantar anteriormente a sua Queixa Atual, sendo na maioria das vezes dores em joelhos e coluna, evidencia clinicamente esta afirmação que o pé por muitas vezes se adapta para “salvar” um sistema desorganizado ascendente.

corrida estress articulações3

Observar histórico pregresso, verificar deficiências, como por exemplo da ativação do glúteo médio, unbalance de cadeias musculares, testes clínicos ortopédicos e correlaciona-los, é   extrema valia para entender as alterações que a pisada apresenta.

Mais importante do que somente identificar o tipo de pisada,  é diagnosticar a totalidade das disfunções posturológicas, biomecânicas e musculoesqueléticas.  Concomitante a isso realizar um tratamento adequado destas alterações do captor podal com a confecção de Palmilha Postural,  Proprioceptiva ou Biomecânica, realizando frequentes reavaliações para controle e Integrar este tratamento com outros necessários como: Pilates, Liberação Miofacial, Musculação, Osteopatia, Busquet, etc.. Conforme o caso do paciente.

 

Christofer Rocha

Fisioterapeuta Especialista em  Acupuntra

Especializado em Posturologia C.I.E.S – França

Certificado em Barododometria Podoposturoligia  e Palmilhas

 

Tela baro dinâmicaL

PodoStore Materias para Palmilhas Posturais Elementos Podais Peças Podais Placas Resina Forros
PodoStore.com
Materias para confecção de Palmilhas Posturais
Elementos Podais
Peças Podais
Placas Resina
Forros

mulher-dor-P-

Caso Clínico – Posturologia

Caso Clínico
2ª Consulta – Retorno do paciente após 45 dias de reprogramação postural e utilização de palmilha.(Posturologia)

Identificado os captores de desequilíbrio do paciente é possível reprogramá-los, modulando a resposta tônico postural trazendo não somente benefícios para postura mas aliviando os casos de dores, evitando artroses, escolioses, hérnia de disco e problemas na coluna.

Foto 1 Esquerda – Realizada na 1ª Consulta (sem palmilha)
Foto 2 Direita – No retorno do Paciente após 45 (sem palmilha)

Agende  sua consulta 51. 3541.3000

 

12359847_882773251843930_7816606549208812113_n

(Foto com termo autorizado dos responsáveis)

PodoStore Palmilhas Posturais Elementos Podais Peças Podais  Placas Resina Forros
www.PodoStore.com
Palmilhas Posturais
Elementos Podais
Peças Podais
Placas Resina

 

mulher-dor-P-

Aula de Posturologia – Feevale

Aula Feevale sobre avaliação Posturologica no curso de Fisioterapia, captores posturais e Recalibração Postural. ‪#‎posturologia‬‪#‎podoposturologia‬ ‪#‎palmilhaPostural‬ ‪#‎baropodometria‬ ‪#‎podostore‬

 

IMG_20151029_105542